Instabilidade no dólar deixa sojicultor cauteloso. Saiba o que fazer:

Segundo estudo feito pelo pesquisador Mauro Osaki, do CEPEA (Centro de Estudos Avançados e Economia Aplicada), sojicultor terá que produzir até 20 sacas a mais para cobrir o custo e atribui isso à volatilidade cambial, já que muitos sojicultores já compraram insumos a um dólar que chegou a R$ 3,85, comprometendo o custo da temporada e, logicamente, a comercialização. Por outro lado, projeta-se para o primeiro trimestre de 2020, um real mais fortalecido com previsão de R$ 3,50. Mas a realidade deste ano é que muitas produções já foram financeiramente comprometidas, portanto, é preciso agir em outras frentes para minimizar os prejuízos para vender soja.

Confira:

Fertilizantes
Quem planta, colhe. Quem planta com cuidado, tem colheita melhor. Por isso, aposte em fertilizantes preparados e não misturados. Os produtos da linha BIO são feitos em um só grão, a base de cálcio e magnésio, podendo conter enxofre em uma linha e silício em outro produto da linha.

Controle de praga
Utilizar melhor as ferramentas de controle de praga, que impactam diretamente no custo da safra. É possível garantir uma safra mais saudável e, consequentemente, mais rentável.

Conte com a Diamante Fertilizantes para te auxiliar a fazer melhores escolhas para a sua produção. Entre em contato conosco pelo  41 3656-3400 ou pelo 41 3656-1352 .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *